sexta-feira, junho 24, 2011

Hoje eu simplesmente precisava do seus braços me envolvendo, sentir sua respiração na minha bochecha e ver o seu sorriso que faz perder a respiração.


Quando uma garota:
Balança as mãos. Tradução: ela quer que você as segure.
Se aconchega em seu peito. Tradução: ela está desejando para você ser dela para sempre.
Diz “eu te amo”. Tradução: você é o menino mais sortudo do mundo.
Se mostra indiferente. Tradução: ela quer que você tome uma atitude.
Sorri. Tradução: é porque ela se se sente bem ao seu lado.
Está triste. Tradução: ela precisa de você mais do que nunca.
Diz que vocês precisam conversar. Tradução: ela está carente.
Diz que vai sentir sua falta. Tradução: ela não imagina a vida sem você.
Diz que está com saudades. Tradução: é porque isso está a corroendo por dentro.
Está quieta. Tradução: um turbilhão de pensamentos enchem sua mente




quarta-feira, junho 15, 2011

Desabafo...

EU QUERIA SER TRATADO COMO UM ALUNO DE NOME E SOBRENOME, NÃO COMO UM NOME DE CHAMADA. O SALÁRIO É POUCO, SÃO PÉSSIMAS AS CONDIÇÕES DE TRABALHO, EU SEI, MAIS NÃO TENHO CULPA. TEM DIA QUE EU NÃO ESTOU ME SENTINDO BEM, NÃO GRITE COMIGO, NÃO FALE QUE SEREI NINGUÉM NA VIDA PORQUE NÃO COPIEI SUA MATÉRIA E NÃO CONSEGUI PRESTAR A ATENÇÃO NA SUA EXPLICAÇÃO.
TEM DIA QUE CONVIVO MAIS COM VOCÊ DO QUE COM MINHA FAMÍLIA, SERÁ MUITO PEDIR UM POUCO DE CARINHO E ATENÇÃO?
VOCÊ FAZ PARTE DA MINHA VIDA, ESTARÁ MARCADO NA MINHA HISTORIA, O QUANTO ME MAGOA OUVIR DE VOCÊ COISAS NEGATIVAS. QUANDO CHEGA NERVOSA NA SALA, CUIDADO COM O QUE FALA... PODE MACHUCAR. EU ESTOU CONFUSO, NÃO SEI O QUE FAZER, MUITAS VEZES RETRIBUI COM REBELDIA, SÓ RETRIBUO O QUE RECEBO. SE VOCÊ CONVERSAR COMIGO SEM GRITAR, SEM OFENDER EU VOU TE ENTENDER.
CADA ALUNO TEM SEU JEITO ÚNICO E ESPECIAL DE EXPRESSAR O QUANTO AMA SEUS PROFESSORES, É SÓ COMPREENDER E PERCEBER EM CADA UM. MAS UMA COISA TENHO CERTEZA TODOS ADMIRAM E ADORAM VOCÊ E SUA PROFISSÃO. 

                                                                                                        DE: ALUNO
                 PARA: PROFESSOR (A)  

           EDUARDO BERCELLI MENDES.    

terça-feira, junho 14, 2011


Não estamos juntos, nem se quer estamos perto. E o que fazer quando todas as noites eu acabo me perguntando aonde está você para me abraçar e dizer que ficará tudo bem? Quando todos os meus desejos à estrela cadente, são de ter o seu carinho? De olhar no fundo dos seus olhos e conseguir enxergar que o que eu mais preciso é apenas da sua presença. Essa distância vai me matando. Tudo bem que ela não anula o sentimento, mas ela impede de finalmente poder te agarrar, te beijar, te morder e dizer tudo o que a coragem me impede de dizer. Porque nesse momento, eu só estou precisando do seu toque. Estou precisando ter você aqui comigo. Me diz, porque tinha que existir esse tal “km” separando meu corpo do seu, minha boca da sua? Impedindo minhas mãos de tocarem o teu cabelo. Isso está realmente me levando à vontade de desistir de tudo e ir atrás de você porque meu coração não está mais aguentando ficar sem o seu colado nele. E definitivamente, meu corpo não está se encaixando com o de mais ninguém.
(cryandlive and aboutthatsunshine)

Não estamos juntos, nem se quer estamos perto. E o que fazer quando todas as noites eu acabo me perguntando aonde está você para me abraçar e dizer que ficará tudo bem? Quando todos os meus desejos à estrela cadente, são de ter o seu carinho? De olhar no fundo dos seus olhos e conseguir enxergar que o que eu mais preciso é apenas da sua presença. Essa distância vai me matando. Tudo bem que ela não anula o sentimento, mas ela impede de finalmente poder te agarrar, te beijar, te morder e dizer tudo o que a coragem me impede de dizer. Porque nesse momento, eu só estou precisando do seu toque. Estou precisando ter você aqui comigo. Me diz, porque tinha que existir esse tal “km” separando meu corpo do seu, minha boca da sua? Impedindo minhas mãos de tocarem o teu cabelo. Isso está realmente me levando à vontade de desistir de tudo e ir atrás de você porque meu coração não está mais aguentando ficar sem o seu colado nele. E definitivamente, meu corpo não está se encaixando com o de mais ninguém.




Por: (cryandlive and aboutthatsunshine)

sábado, junho 11, 2011